Lean em engenharia de software

Como eu costumo contar nas minhas apresentações, comecei a minha navegação por mares ágeis em 2010. No começo dediquei muito tempo ao Scrum, depois ao Extreme Programming e finalmente ao Kanban. O scaling scrum nunca mereceu muito da minha atenção até porque em 2010 a única framework que existia de scaling scrum era o simples (mas extremamente eficiente) “Scrum of Scrums”… que até à data é a unica framework totalmente gratuita, sem cursos associados e sem livros escritos.

Lean sempre foi algo que me interessou minimamente mas não o suficiente para desviar a minha atenção do Agile. E ao contrário do que muitos escrevem, para mim Agile e Lean estão ao mesmo nível de grandeza, são dois mindsets, duas disciplinas independentes, não opostas, com uma zona comum. Aqui fica uma imagem (afinal vale mais do que mil palavras) do que eu acredito ser a “relação” entre Agile e Lean:

Ultimamente, talvez por ter começado a ser um entusiasta de SRE, DevOps e Operações, tenho focado a minha atenção mais em Lean e menos em Agile. E se antes achava que tinha uma boa ideia do que era Lean aplicado a Software engineering… só depois de ler:

  • “The Phoenix Project: A Novel about IT, DevOps, and Helping Your Business Win”;
  • “The DevOps Handbook:: How to Create World-Class Agility, Reliability, and Security in Technology Organizations”;
  • “Personal Kanban: Mapping Work | Navigating Life”.

é que realmente percebi como sabia bem menos de Lean do que achava.

Lean é extremamente poderoso e apaixonante. É uma ferramenta “diferente” do Agile mas que qualquer profissional de IT devia ter na sua toolbox.

Como eu acredito em walk the talk, eat your own dog food, lead by example, practice what you preach,  criei o meu personal kanban board com a ajuda desta ferramenta. Ao final de algumas semanas posso dizer que não só fiquei mais organizado, como tornei-me também menos ansioso. O poder da visualização e de limitar o trabalho em progresso (WIP) é realmente fantástico. 🙂

Até para a semana.

 

Anúncios