AGILE TOUR LONDON 2016 :: VIDEO

Em Outubro de 2016 fui escolhido para ir ao Agile Tour London como speaker. Na altura apresentei a minha talk: “Scrum vs ScrumAnd vs ScrumBut: Which one are you doing?”

E no mês passado foi “avisado” que o video da talk estava disponível online no website da InfoQ.

Ainda não vi a talk toda (admito que não gosto de ver os meus videos) mas achei que o exemplo que eu dei do “Ikea effect” foi particularmente feliz. 🙂

Aqui fica o link.

Até para a semana.

 

 

 

 

 

Anúncios

Agile Tour London 2016 :: Scrum vs ScrumAnd vs ScrumBut: Which One Are You Doing?

Foi na passada sexta-feira que aconteceu o Agile Tour London 2016, na etc.venues, perto das estações de metro de Victoria e Pimlico.

Fui apresentar a versão melhorada da talk que tinha dado no Agile Portugal 2016: Scrum vs ScrumAnd vs Scrumbut: Which One Are You Doing?

Tive a bela surpresa de encontrar os meus amigos Daniel Carrilho e Elsa Santos no evento. 🙂

As talks do evento foram bastante interessantes e a minha teve uma excelente receptividade.

Gostei particularmente do Antony Marcano que frisou que devemos dar mais importancia ao que fazemos na nossa organização e menos ao nosso “título” dentro da organização. Falou também da diferença entre expert e especialista… onde ele acredita que um expert é um “jack of all trades and master of some” enquanto um especialista é alguém que trabalha em exclusivo num determinado dominio de conhecimento.

A Anna Obukhova deu a excelente dica que um agente de mudança, um scrum master, um agile coach para ser eficiente tem de ter pelo menos mais 10% de energia do que o grupo com que está a trabalhar.

A Helen Lisowski falou de comunicação não verbal e de “power poses” (inclusivamente mostrou uma foto do “nosso” Durão Barroso).

O Simon Powers fez um recap deste ano em que abordou temas interessantes como: agile onion, shu ha ri, kokoro, autonomy, mastery, etc. Gostei particularmente quando o Simon deixou uma provocação em relação a algo que lhe foi dito num curso de empreendedorismo que tinha feito no passado: “Cash is King!”. Ele discorda desta afirmação porque na verdade para ele o que é importante não é o dinheiro mas sim: “The number of tries you get until you run out of cash is King!”

Finalmente o Ralf Jeffery explorou o tópico de MVPs e Lean Start Up e deu um excelente exemplo de MVP por parte de Henry Ford: “The T model is available in any colour as long as it’s black”. Henry não fazia ideia da receptividade do publico perante um veiculo com teto mas sem janelas para levar pessoas do ponto A para o ponto B… daí apenas ter lançado uma versão do carro em preto para testar o mercado.

Como podem ver foi um evento muito interessante com bastantes take-aways.

Aqui ficam umas fotos minhas em “acção”:
041f1e88-8c18-4268-b8d8-6bfb2f318bb5-original

_mg_0378Até para a semana.

Agile Tour London 2016 :: Scrum vs ScrumAnd vs ScrumBut: Which one are you doing?

Fui escolhido para ser speaker no evento Agile Tour London 2016.

É a primeira vez que vou ser speaker em Inglaterra e até recebi este badge todo catita:
atl2016-speaker-banner



Para além disso apareço também em dois banners promocionais:
crlb8lhweaamvqh

CthP4B8WYAAwwRb.jpgVai ser uma excelente oportunidade de melhorar a minha talk “Scrum vs ScrumAnd vs ScrumBut: Which one are you doing?” e ver a receptividade do público Londrino.

Por fim fui também entrevistado pela AWA (Adventures with Agile) e podem ver a entrevista aqui.

Estou em pulgas para que chegue dia 21 de Outubro. 🙂

Até para a semana.