Agile Portugal 2017 :: Unlearn your CSM

Mais um ano… e mais um Agile Portugal que passou.

Este ano foi a 8 edição (o evento começou em 2010) e voltou pela segunda vez à cidade de Lisboa. A primeira vez que este evento foi organizada em Lisboa foi em 2013 e foi exatamente nesse ano que fui speaker pela primeira vez. Estava longe de imaginar que iria ser speaker também nas 4 edições seguintes.

Apesar de gostar imenso da cidade de Lisboa (vivi na capital cerca de 8 anos) o evento Agile Portugal fica sempre a saber a pouco quando é organizado à beira Tejo. Arrisco-me a dizer que nas duas vezes que o evento foi em Lisboa tivemos cerca de metade da assistência comparando com os eventos organizados no Porto (em Leiria também não tivemos muitas pessoas mas tendo em conta a cidade e o que representou para a Catarina Reis valeu bem a pena ser organizado lá!)… por isso não é de admirar que das primeiras coisas anunciadas no evento deste ano foi que o Agile Portugal voltaria à cidade invicta em 2018.

Em relação ao evento propriamente dito… para além de ter poucas pessoas a assistir… as talks acabaram por não trazer nada de muito novo para a comunidade.

Eu na minha talk “Unlearn your CSM” faço uma análise (fria mas honesta) de como o Scrum está neste momento e o que acho que estamos a fazer de errado (como comunidade) para o Agile e o Scrum não ter bastante mais sucesso do que o observado.

A minha talk foi bastante diferente do normal… onde acabei por expor várias opiniões sentidas por vários membros da comunidade mas que nunca tiveram oportunidade de verbalizar.

unlearn your csm

Podem ver a minha apresentação aqui.

Creio que enquanto comunidade devíamos entrar num período de reflexão (Inspect) antes de tomarmos qualquer acção (Adapt) pois tenho a opinião que a situação do Agile e do Scrum em Portugal não está tão “cor-de-rosa” como as pessoas pensam / dizem… e claramente temos de ajustar o rumo antes que o Agile e o Scrum ganhem uma reputação negativa e seja tudo posto em causa.

Até para a semana.

Anúncios

[Open Source] Trainings

Hoje partilho o material que utilizei até hoje para dar formação em Agile e Scrum.

Já partilhei anteriormente:

Em relação aos trainings utilizei as seguintes apresentações:

E mostrava os seguintes videos:

Nas 10 apresentações que aqui disponibilizo tenham sff em consideração que foram elaboradas em anos diferentes com graus de conhecimento diferentes… por isso é natural que vejam temas ou repetidos ou que não concordem com a sua abordagem. 🙂

Com este post termino a disponibilização do meu material para a comunidade (open source).

Espero que vos seja útil.

Até para a semana.

Agile Connect Aveiro :: Scrum: From the Books to the Reality

Na passada quarta feira tive a honra de inaugurar o meetup Agile Connect Aveiro.

O Agile Connect é uma entidade, especial, que me diz muito porque fiz parte do grupo inicial que deu origem a este “movimento” espectacular.

A talk que dei em Aveiro chama-se “Scrum: From the Books to the Reality” e, não sei se devido à minha idade ou não (estou a ficar velho), explora o lado B do Agile e do Scrum em termos de adopção, transição e utilização.

O que quero eu dizer pelo lado B? Basicamente é o lado que raramente é falado… 🙂

Até para a semana.

[Open Source] Workshops

Depois de ter partilhado as perguntas que faço numa entrevista de Scrum Master e nos KPIs que costumo ter em conta em equipas ágeis venho hoje divulgar os “meus” workshops. Digo “meus” (entre aspas) porque nenhum deles é de minha autoria. Todos os workshops que coloco aqui são workshops com que me deparei desde 2010 e que achei interessantes o suficiente para fazerem parte da minha toolbox.

Aqui estão eles (nomes e slides em Inglês):

Espero que achem estes workshops úteis. 🙂

Se tiverem dúvidas em relação ao propósito ou à dinâmica de qualquer um deles digam-me que tenho todo o gosto em esclarecer.

Até para a semana.

[Open Source] Agile KPIs

Este é o segundo post em que vou (continuar a) disponibilizar o material que fui criando ao longo da minha carreira.

Tal como anunciei no post anterior achei que estava na hora de dar um contributo à comunidade Agile e hoje vou disponibilizar os KPIs de uma equipa de Scrum.

Aqui fica a primeira versão.

E aqui a segunda versão (com gráficos desenvolvida a posteriori).

Os KPIs são sempre um “hot topic”:

  • ora porque não podem / devem ser comparados entre equipas (apenas deve ser comparado com o histórico dessa mesma equipa… tal como os story points!)
  • ora porque cada indicador por si só nenhum ou pouco valor trás… só mesmo a correlação entre vários KPIs nos permite retirar insights em relação a uma equipa.

Havia muito mais a dizer sobre KPIs… mas não é esse o objetivo do post de hoje. 🙂

Nota: Tanto a primeira versão como a segunda são ficheiros excel para perceberem as fórmulas aplicadas. A última sheet chamada “Glossário” tem uma explicação de cada KPI.

Até para a semana.

[Open Source] Entrevistas para Scrum Master – Todas as perguntas

Depois do último post onde revelei um top 5 de perguntas que faço quando entrevisto um candidato para a vaga de Scrum Master… resolvi ir um pouco mais além… e escrever um post com todas as perguntas que costumo fazer numa entrevista.

Enquanto andava à procura do meu ficheiro com as perguntas acabei por “esbarrar” no meu material de training, de workshops, etc… que constituem o meu toolkit de Agile… e achei que faria todo o sentido disponibilizar o meu material à comunidade.

Já recebi tanto da comunidade Agile que decidi fazer um contributo para mostrar todo o meu agradecimento.

Vou tornar o meu material “Open Source”… ou seja… vou disponibilizar todo o material que nunca tornei público, em ficheiros editáveis (exemplo: word, excel, powerpoint), para utilizarem da forma que melhor acharem. 🙂

Assim sendo vou disponibilizar 4 tipos de conteúdos:

  • Perguntas de entrevista
  • Formação
  • Workshops
  • KPIs

Hoje ficam online as perguntas (e as respostas) aqui.

Nós próximos posts disponibilizarei os restantes conteúdos.

Até para a semana.

(Nota: As imagens que eu utilizei no meu toolkit não são de minha autoria… e é perfeitamente normal que reconheçam conteúdos de outros autores.)

Agile Portugal 2016 :: Wrap up

E lá terminou mais uma edição do Agile Portugal. Este ano tivemos mais de 300 participantes em dois dias completos de evento com 2 tracks de talks em simultâneo mais uma track de workshops.

Gostei imenso de falar pela 4ª vez consecutiva e mais uma vez passar a minha opinião (e experiência) para uma audiência cada vez mais envolvida com os princípios ágeis.

Aqui estão duas fotos do dia:

803e8341-6863-401b-91de-a0b7f24c3dee-original

56f6a7d3-d29f-4084-9347-22633dc50735-large

Pontos positivos a destacar:

  • O apoio que tive visto ter tido cerca de 50 pessoas da Bit | Sonae na audiência (o que mostra claramente o interesse que existe na minha actual empresa em torno do tema) a apoiar-me;
  • Fiz parte do grupo de voluntários que fez possível este evento;
  • O Geoff, o Paul e o Claudio deram keynotes muito ( mas mesmo muito) boas;
  • O Claudio conviveu com toda a gente (durante os dois dias) e aprendi uma mão cheia de coisas com ele.

Pontos a melhorar:

  • O ISEP podia ter feito melhor. Não quero dizer com isto que tenha estado mal… mas podia ter feito melhor;
  • Algumas talks tinham um conteúdo muito interessante mas os speakers não eram bons comunicadores;
  • Acho que faz falta talks em Português. Neste país fala-se muito bem Inglês mas não tenho dúvidas que uma track de talks em Português teria bastante adesão e ajudaria muito quem não se sente tão à vontade com Inglês;

Em relação à minha talk podem ver aqui os slides… no caso de quererem revisitar ou no caso de não terem assistido.

Em relação ao Agile Portugal… para o ano há mais. Mas antes de terminar 2016 tenho ainda dois eventos na minha agenda agile (e que por coincidência serão ambos no Porto):

Em Outubro Scrum Day Portugal e em Dezembro Regional Scrum Gathering Portugal.

Até para a semana. 🙂